REBELIÃO

Light Novel

Cap. 05

Você está acessando esta página de um tablet ou ipad?

Este site foi projetado para dar uma boa experiência de leitura para aparelhos celulares. Neste caso te convido a visitar a página novamente por meio de um aparelho celular e aproveitar ao máximo a diversão.

Você está acessando esta página de um notebook ou computador?

Se a resposta for sim, eu te convido a abrir esta mesma página em um aparelho celular para aproveitar ao máximo a diversão. Este site foi projetado para ser lido em aparelhos celulares, por isso a página fica fora de estrutura para computadores e notebooks.

Uma segunda opção é clicar na tecla F12 do seu teclado e deixar a visualização de tela em posição de celular.

light novel rebelião dmorje

Após sair da cela, Zira e Keiro andam tranquilamente pelos corredores. Keiro orquestrou tudo com muito cuidado, ele também conta com o auxílio de outros legionários igualmente insatisfeitos com a ordem atual.

De acordo com um dos informantes, nenhum legionário deveria estar no hangar quarenta e sete, porém, ali estava a última pessoa que ele gostaria de encontrar, Tina.

Ela é uma legionária nada fácil de lidar, alguém que não pode ser comprada e tão pouco convencida facilmente. Keiro pensa em mudar de rota, mas é tarde demais, Tina o avista, e desconfiada segue na sua direção.

Ele começa a praguejar em voz baixa “Droga! Não acredito que ela está aqui… Não era para ninguém estar aqui”. Zira vira a cabeça na mesma direção e suspira “Ah não, outra daquelas gatas desprezíveis. Eu odeio gatos!”.

“Ok, não temos como fugir dela. Então mantenha a cabeça baixa e fique em silêncio”. Zira obedece, pois não deseja ser reconhecida e muito menos voltar para a prisão.

Tina se aproxima, seu andar esbanja confiança e elegância. Ao alcançar os dois ela os mede de cima para baixo e ao mesmo tempo sorri gentilmente enquanto lança uma pergunta curiosa “Olá Keiro, foi bom te encontrar. Você pensou sobre o que conversamos ontem?”.

mangá de aventura rebelião dmorje

Com um sorriso forçado ele responde “Pensei sim… E continuo pensando o mesmo”. Tina muda de expressão e rebate com uma voz séria “Você sabe que tem de ser assim. O contrário seria o caos”.

Keiro dá de ombros “Será mesmo? Como você pode ter tanta certeza?”, Tina sente-se ameaçada “Por experiência própria! Óregon me ajudou de várias formas, tenho certeza de que ajudou você também”.

Ele sorri sarcasticamente “Me ajudou? Eu não lembro de ter pedido ajuda. Não lembro de ter pedido nada”. A tigresa fecha os olhos e com uma voz de resignação continua “É… Eu sei que tivemos de renunciar a algumas coisas, mas foi melhor assim…”

“Algumas coisas?” Keiro contesta irritado “Ser sequestrado e resetado é pouco para você?”.

Tina se surpreende com a resposta. Ela sente algo parecido com uma descarga elétrica percorrer o seu corpo fazendo o seu coração disparar, ela se cala por alguns segundos.

Assim como você fica espreitando as brigas do vizinho, assim estava Zira, com os ouvidos “pregados” e maravilhados com aquela conversa. “Eu achava que todos os legionários concordassem em tudo, mas vejo discórdia nessa casa” pensa ela.

Tina se vê vencida, ela percebe que não adianta continuar rebatendo Keiro. Ele já decidiu em seu coração odiar Óregon, ainda que esta seja a única família para os dois. Para evitar mais debates desnecessários, ela resolve encerrar o assunto “Tudo bem Keiro, não vamos discutir aqui. Eu só peço que não faça nenhuma tolice…”.

Ofendido Keiro revira os olhos, assim como um filho o faz quando a mãe lhe ordena que leve o casaco “Eu não sou tolo para fazer tolices”. “Assim espero. Bom, vamos seguir com os protocolos de transferência”.

Com o escâner em seu braço esquerdo, Tina escaneou a prisioneira. Uma luz azulada passou por todo o corpo de Zira e após um breve apito uma voz eletrônica diz “Prisioneira Zira, código 105.236-21. Transferência concedida”.

A tigresa junta as sobrancelhas e inclina levemente a cabeça para cima “Zira? Mas esta é a prisioneira que a Keinara trouxe hoje para o reset… Por que você…?”.

Keiro dá um longo suspiro, ele sabe que foi descoberto.

Um de seus aliados é o responsável pela programação da segurança de Óregon. Mesmo tendo feito perfeitamente o seu papel em modificar os registros, para o azar de ambos, Tina é a supervisora. 

Sempre que um prisioneiro é cadastrado no sistema, o mesmo envia de imediato uma cópia das informações para o computador pessoal do supervisor.

Além disso ela é dona de uma memória fantástica. Não esquece absolutamente nada! Ainda mais o nome e a cara de uma prisioneira que vira a pouco tempo em seus registros privados.

Keiro pensa calmamente na melhor alternativa para vencer a situação.

Opção um: lutar com Tina. Mas essa opção não era boa, por que iria causar muito barulho, em questão de minutos uma grande quantidade de legionários apareceriam.

Opção dois: enrolar, ganhar tempo e conseguir uma chance de tocar discretamente nela.

 Segunda opção escolhida.

Uma pequena mentira emocional já seria de grande ajuda “Tina, fica calma. Ela é minha prima, e eu não poderia deixa-la aqui para ser resetada”. Zira se diverte ao ouvir tamanha baboseira “Prima… Só se for na vida passada. Mas eu saquei a dele. Confundir e atacar, é o que eu faria”.

O sangue ferve, Tina está realmente brava “Ficar calma?! Como? Você tem ideia da loucura que está fazendo? Parente ou não, você não pode simplesmente tira-la daqui desse jeito!”.

Keiro finge preocupação “Também não posso ignorar a minha família”.

“É por isso que Óregon reseta os legionário! Nós temos de ser imparciais, família ou não, cometeu um crime tem que pagar!”.

Tocar na ferida. 
Ótima tática!

Tina é uma das maiores defensoras no uso do reset em pessoas desordeiras.

Os dois fazem parte de um pequeno número de legionários que não foram resetados ou que tiveram as suas memórias restauradas.

Quando jovem, Tina foi encontrada desmaiada em um pequeno espaço entre as paredes de um penhasco.

O único motivo de ter sobrevivido foi o fato de ser uma legionária. Mesmo caindo sem ter onde se segurar as suas habilidades felinas a ajudaram a desviar de pedras pontiagudas durante a queda. Ao encontrar uma brecha entre as paredes do penhasco, Tina lançou o seu corpo com toda a sua força em direção a esta brecha e caiu mais de doze metros. Por fim, atingiu um espaço rochoso batendo a cabeça com grande impacto. 

A maioria dos legionários, além da telecinese,  possuem  habilidades extra naturais ligadas a sua espécie, e uma habilidade especial.

Tina possuí a habilidade especial de super força, responsável por manter o seu corpo vivo resistindo aos impactos da queda. Mas não foi o suficiente para proteger a sua mente.

Algumas horas após a queda ela foi resgatada por um legionário. Sua condição mental porém não era favorável. A jovem estava com amnésia. Em casos assim de grande trauma, todos os pensamentos da pessoa ficam trincados e confusos. O legionário sabia que caso ele aplicasse a sua habilidade de apagar memórias na jovem não sobraria nada na mente de Tina e provavelmente ela ficaria demente. Por este motivo, Tina nunca foi resetada.

Mas o que os anciãos não imaginaram é que Tina ao completar vinte anos recobrou todas as suas memórias. Não penas Tina como alguns outros legionários.

Esses legionários criaram um pequeno grupo de apoio chamado luminária, eles se reúnem constantemente para debater o como lidar com essa descoberta.

Keiro faz parte desse grupo e os dois foram os primeiros a recobrar as memórias. Tinham uma boa amizade, mesmo discordando bastante quanto as regras e leis de Óregon.

Enquanto Tina nervosa repassava todas essas memórias, Keiro aproveitou para segurar a mão dela, nesta hora a tigresa ficou como que encantada. Seus olhos perderam o brilho e sua boca fechou.

De forma firme Keiro disse “Tina, você vai simplesmente nos deixar ir. Fique quieta!”.

Assim a gata ficou quieta, congelada. Sua respiração diminuiu igual a quando estamos presos em um sono profundo. Ela podia ver tudo, mas não conseguia se mexer, nem falar.

Zira encara Tina nos olhos com desdém “Gosteiii… Domou a gatinha. Você usou o seu ‘poderzinho’ especial de legionário?” Keiro começa a andar rápido, quase correndo “É, usei sim. Mas não dura muito tempo. Então vamos sair logo daqui”. Zira o segue apressando o passo “Claro, eu não quero provar da sua persuasão mágica”.

“Eu sei que não preciso usar dela com você, temos os mesmos objetivos”.

Keiro e Zira correm até a nave, dão partida e saem rapidamente da torre central.

Passados dez minutos, Tina acorda assustada “Não! Você não pode!”, mas ela está sozinha. Percebendo o que tinha acontecido ela dá um alto rugido, liga o comunicador e alerta “Todas as unidades, isso é uma emergência! Interceptem a nave do…” engasga um pouco e continha “Interceptem a nave do legionário Keiro!”.

Todas as luzes começam a piscar na cor vermelha, um som forte de alarme soa por todos os corredores. Uma grande nave começa a dar partida e dentro dela dez legionários se preparam para a caçada. As coisas estão bem complicadas em Óregon.

O coração de Tina está apertado, sufocado, as mãos tremem e ela sente gélidos arrepios em sua pelagem. Seus sentimentos estão a flor da pele, numa mescla de raiva, tristeza e medo “Aquele idiota vai mesmo realizar o que disse… Não pode ser, como pode ser tão cabeça dura? Preciso falar com a Keinara agora!”.

mangá de aventura rebelião dmorje

Gratidão imensa pelo carinho!

As mensagens que vocês me enviam faz muita diferença. Por exemplo: A Tina não ia ter uma aparição tão significativa se não fosse por essa mensagem que recebi:

mangá de aventura rebelião dmorje

Por causa dessa mensagem eu resolvi trazer Tina de volta mais cedo e com um papel mais importante. Olha que fofo:

mangá de aventura rebelião dmorje

Também amo as mensagens que me fazem rir:

mangá de aventura rebelião dmorje

Não deixe de demonstrar o seu afeto pela história e pelos personagens. São como meus filhinhos, eu fico tão alegre quando dizem que gostaram em especial de um deles.

Agora vai mais uma curiosidade sobre mim: A Zira odeia gatos, mas eu amo gatos. Na verdade amo quase todos os animais, porém tenho admiração especial por felinos. 

Também estou assistindo a séria Star Wars Guerra dos Clones e acredito que isso vai me ajudar a ter mais ideias legais aqui para a história.

Um super abraço!

Siga as Novidades:

Light Novel Registrada

Todos os direitos reservados por lei a DMorje Desenhista e Escritora.

É Proibido fazer cópias inteiras ou parciais do conteúdo deste site com direito a punição judicial.